Início | Noticias | Dicas Saudaveis | Os benefícios do leite materno

Os benefícios do leite materno

Alimento pode prevenir doenças respiratórias e até mesmo obesidade

Não é novidade que o leite materno funciona como a primeira fonte alimentar do bebê. Isso significa que ele não tem somente o papel nutricional para as crianças, mas também, o de atuar na prevenção de doenças como a redução do risco de obesidade no futuro. Ele também garante o desenvolvimento cerebral saudável e diminui a incidência de infecções.

Mas para que todos estes benefícios possam realmente fazer parte da vida do bebê, é importante que ele consuma o leite materno de forma exclusiva até os 6 meses de vida e que, o leite seja complementado por outros alimentos até os 2 anos ou mais, como recomenda a Organização Mundial da Saúde (OMS).

DÉFICIT DE ATENÇÂO

O leite materno também estaria relacionado a um menor risco de a criança desenvolver transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). É o que demonstrou um estudo liderado por pesquisadores da Universidade Tel-Aviv e do Centro Médico Rabin, ambos em Israel. Após analisar voluntários mirins que sofriam com esses distúrbios e compará-los com quem não os apresentava, os cientistas viram que os pequenos que tinham TDAH eram menos propensos a amamentar.

REDUÇÃO DA OBESIDADE

Estudos mostram que crianças que são amamentadas estão bem menos propensas a se tornar obesas – o que afasta, por consequência, males como diabetes e doenças cardiovasculares. O efeito também está relacionado com a ação anti-inflamatória do leite materno.

CAMPANHA

Para mobilizar a sociedade sobre a importância da amamentação e doação de leite materno, o Ministério da Saúde lançou neste mês de maio, a campanha nacional “Doe Leite Materno, Ajude Quem Espera Por Você”. A ação visa incentivar mães que amamentam a serem doadoras voluntárias, ampliando o estoque de leite materno coletado e distribuído aos recém-nascidos prematuros e de baixo peso. Mais informações acesse: http://portalms.saude.gov.br/saude-para-voce/saude-da-crianca/aleitamento-materno