Início | Noticias | Dicas Saudaveis | Mitos e Verdades: Hipertensão arterial

Mitos e Verdades: Hipertensão arterial

 

Quem nunca ouviu os nossos pais falarem – cuidado com a pressão – em um momento de estresse no dia a dia. E a voz da sabedoria estava certa, já que, uma mente tranquila com controle do estresse pode ajudar até mesmo os hipertensos. O estado emocional equilibrado é essencial não só para combater a doença como também para trata-la. Por isso, o dia 26 de abril foi escolhido para lembrar a importância da aferição regular da pressão arterial e dos hábitos saudáveis.

A hipertensão, conhecida como pressão alta, ocorre quando a pressão do sangue, causada pela força de contração do coração nas paredes das artérias se eleva. Segundo a com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), ter uma pressão abaixo de 12/8 é normal, enquanto ter valores iguais ou superiores a 14/9 são considerados casos de hipertensão.

A SBH ainda aponta que a doença atinge uma em cada quatro pessoas adultas, ou seja, cerca de 30% deste grupo. Depois dos 60 anos, o número de atingidos aumenta para mais de 50%. Em crianças e adolescentes, 5% são hipertensos. A doença é responsável por 40% dos infartos, 80% dos derrames e 25% dos casos de insuficiência renal terminal. Por isso, é preciso se cuidar e não brincar com sua seriedade.

Sintomas?

Em geral, a hipertensão não apresenta sintomas, mas alguns sinais podem indicar alterações do bombeamento do sangue e devem ser examinados por um médico, são eles: tontura, falta de ar, palpitações, dor de cabeça frequente e alteração na visão.

Pessoas obesas, estressadas ou com histórico familiar da doença devem ficar mais atentas. Os hábitos alimentares têm um grande impacto para o surgimento e desenvolvimento da hipertensão. O sobrepeso e a obesidade, por exemplo, podem acelerar em até 10 anos o aparecimento da doença.

Hábitos não recomendáveis

Há quem dia que o sal é suficiente para reduzir a hipertensão. Mas, não podemos acreditar em tudo que se lê na internet. O sal é um dos piores vilões para quem possui a doença, visto que, seu consumo exagerado influencia e muito na pressão alta. Deve-se, também, ficar atento à alimentação como um todo, incluindo o consumo de alimentos industrializados e açúcares.

Na lista negra de quem sofre com pressão alta está o cigarro porque o fumo é capaz de aumentar o ritmo das batidas do coração e a pressão. Sendo assim, é capaz de desencadear ou piorar, significativamente, um quadro de hipertensão.