Início | Noticias | Dicas Saudaveis | Brasil tem 40 mil novos casos de HIV por ano

Brasil tem 40 mil novos casos de HIV por ano

Falta de investimento aumenta risco de descontrole do vírus no mundo

Mais de 37 milhões de pessoas em todo o mundo convivem com o vírus HIV e com a Aids, de acordo com a ONU. E todos os anos, surgem cerca de 1,8 milhões de novos casos. No Brasil, o número também é preocupante. São mais de 880 mil pessoas convivem com o vírus, segundo dados do último Boletim Epidemiológico de HIV/Aids, publicado pelo Ministério da Saúde. E anualmente, o país tem registrado, anualmente, cerca de 40 mil novos casos.

O agravamento deste problema tem uma razão para 47 pesquisadores especialistas neste tema que relataram seus porquês em uma publicação na Revista The Lancet. Para eles, o a estagnação do financiamento para pesquisas e também para campanhas contra o vírus está prejudicando os esforços que visam combater a doença.

Apesar do número de novos casos de Aids terem diminuído nos últimos anos, a Comissão da Lancet diz que a queda tem acontecido de maneira lenta demais para atingir a meta da UNAIDS de restringir as novas infecções anuais a 500 mil até 2020.

 

Porém, mesmo com a queda das taxas de HIV, a infecção continua persistente em grupos marginalizados, em jovens – na sua maioria mulheres - e em países em desenvolvimento. Em todos os casos, essas populações também têm mais dificuldade de acesso ao tratamento.

Prevenção e transmissão

A principal forma de prevenção da AIDS é usar a camisinha em todas as relações sexuais. Entretanto, existem outras formas importantes de prevenção contra a AIDS, como utilizar seringas e agulhas descartáveis, usar luvas para manipular feridas ou líquidos corporais, seguir o tratamento da AIDS durante a gravidez para evitar a contaminação do bebê, não amamentar o bebê em caso de AIDS.

O HIV é transmitido através do sangue e outras secreções do corpo e, é evitando o contato com estas substâncias que se pode evitar a contaminação. No entanto, também existe um medicamento chamado Truvada que é indicado para prevenir o HIV, que pode ser tomado antes da exposição ao vírus ou até 72 horas depois. Este remédio ainda não é comercializado no Brasil e encontra-se em fase de estudos para que possa ser utilizado pelo SUS.